Prestação de Serviços Terceirizáveis fatura R$ 65,3 bilhões/ano

O futuro da prestação de serviços terceirizáveis é promissor. Pesquisa setorial encomendada pelo Sindeprestem (Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo), com o apoio da Fenaserhtt e da Asserttem, entidades que representam o setor nacionalmente, indica crescimento de 1,15% no número de empresas. No levantamento anterior, o setor era composto por 33.794 prestadoras de serviços. Agora são 34.188.


Consequência da expansão, o faturamento saltou de R$ 54,7 bilhões para 65,3 bilhões ao ano. A região Sudeste concentra 50% da demanda e responde por R$ 32,65 bilhões desse total, seguida pela região Sul com R$ 18,28 bilhões anuais e 28% de participação. Os dados são da 7ª Pesquisa Setorial Sindeprestem/Fenaserhtt/Asserttem, correspondentes aos anos de 2012 e 2013.