O VISTO ATRASOU. E AGORA?

A viagem dos sonhos, se não planejada adequadamente e com antecedência, pode se transformar em pesadelo. Foi o que aconteceu com alguns brasileiros há poucos dias, quando uma pane no serviço de emissão de vistos americanos adiou o embarque para aquele país. Para evitar contratempos o Sindetur-SP (Sindicato das Empresas de Turismo no Estado de São Paulo) faz um alerta:  sempre providenciar a documentação exigida para o embarque antes de adquirir sua viagem, evitando prejuízos e frustrações.

Com tantas ofertas, às vezes fica difícil, mas é preciso resistir à tentação. As agências de viagens oferecem diariamente preços atrativos e condições de pagamentos vantajosas, mas que de nada servirão se o passaporte e o visto para o país aonde se deseja ir não estiverem válidos. “As agências de viagens são sempre as mais indicadas para orientar o consumidor a obter toda a documentação necessária para embarque antes de efetuar a compra do pacote ou passagem aérea”, explica Eduardo Nascimento, presidente do Sindetur-SP.

Mas, se por um impulso ou desinformação a viagem já foi agendada, mesmo assim ainda existe uma saída. Confira as orientações dadas pelo Sindetur-SP:

1)     As empresas aéreas cobram multa para remarcar a viagem, mas a agência na qual o pacote e/ou passagem foi adquirida pode auxiliar o cliente a recorrer da possível cobrança. É preciso ter em mãos o protocolo do consulado americano e anexá-lo ao pedido de remarcação ou reembolso da passagem;

2)     A remarcação deve ser feita apenas uma única vez para evitar a cobrança de novas multas, cujo valor varia dependendo da empresa aérea. O melhor é aguardar a emissão do visto para então remarcar a viagem;

3)    Não corra esse risco! O melhor é sempre planejar a viagem e providenciar toda a documentação com antecedência. Problemas técnicos como os ocorridos há alguns dias no serviço de vistos para os Estados Unidos são imprevisíveis. A emissão de passaportes também já sofreu atrasos provocados por falhas ou greve da Polícia Federal e já atrapalhou a viagem de muita gente.